Nasce o Grupo de Teatro Casa da Ribeira

outubro 29, 2009 at 6:51 pm Deixe um comentário

Por Redação Blog ArteAção

No último dia 23 de outubro a Casa da Ribeira deu um novo passo para a educação através da arte. Nasceu o Grupo de Teatro Casa da Ribeira formado por educandos do itinerário formativo 3 do projeto ArteAção. A primeira peça do grupo Gesto, Cascudo traz o pensamento e os sentimentos de Luis da Câmara Cascudo sobre o tempo, o gesto e os valores da vida.

“Gesto, Cascudo” tem direção de Giovanna Araújo, dramaturgia e assistência de direção de Henrique Fontes e preparação corporal de Ana Claudia Vianna, foi um dos projetos do RN contemplados no BNB Cultural, com patrocínio do Banco do Nordeste. O Gesto tem a característica das montagens teatrais contemporâneas, ou seja, um trabalho coral, não linear, com mistura de linguagens cênicas. Utilizando desses recursos para recontar histórias que se passam na memória de um homem de bom-humor ímpar e que revive sua infância construída a partir da solidão, da curiosidade e do sonho.

imagem arquivo Blog ArteAção

E o Grupo de Teatro da Casa já nasce forte, com a benção de Cascudo, sendo contemplado recentemente com o Prêmio Myrian Muniz de teatro da FUNARTE e Ministério da Cultura. Em 2010 o grupo irá realizar 40 apresentações para as escolas e uma tournée pelo interior do Estado.

O Blog ArteAção entrevistou a diretora do espetáculo Giovanna Araújo que falou um pouco da experiência com o Grupo.

COMO FOI PARA VOCÊ ENTRAR NO PROJETO ARTEAÇÃO?

FOI UMA EXPERIÊNCIA INCRÍVEL QUE ME TROUXE MUITO APRENDIZADO E REALIZAÇÃO. CONHECER E DESENVOLVER A TECNOLOGIA DE EDUCAÇÃO ATRAVÉS DA ARTE DO INSTITUTO AIRTON SENNA FOI REVELADOR E TRANSFORMADOR. HOJE SINTO MEU OLHAR DIFERENTE, MAIS NÍTIDO E RICO. SINTO-ME MAIOR.

QUAIS AS SUAS EXPERIÊNCIAS ARTÍSTICAS?

TENHO EXPERIÊNCIAS COMO BAILARINA E ATRIZ. EM DANÇA CLÁSSICA E CONTEMPORÂNEA, EM MUSICAIS, EM TEATRO E MÚSICA. FIZ ASSISTÊNCIA DE DIREÇÃO EM ESPETÁCULOS DE DANÇA, EM MUSICAIS E AUTOS NATALINOS, FIZ ASSISTENCIA DE DIREÇÃO NO FILME DE LONGA METRAGEM (O HOMEM QUE DESAFIOU O DIABO), FUI COREÓGRAFA DO AUTO DE NATAL E DO MUSICAL ESTÚDIO RIBEIRA. SOU PESQUISADORA DO PROJETO “GESTUAL NORDESTINO COMO BASE PARA MOVIMENTAÇÃO CONTEMPORÂNEA”. ATUALMENTE DIRIGO O ESPETÁCULO “GESTO, CASCUDO”.

DESSAS EXPERIÊNCIAS O QUE DIFERENCIAM DO PROJETO ARTEAÇÃO?

O PROJETO ARTEAÇÃO SE DIFERENCIA POR SER UM PROJETO QUE TRABALHA COM EDUCAÇÃO ATRAVÉS DA ARTE, TRABALHA COM AS COMPETÊNCIAS, TANTO DOS ARTE EDUCADORES COMO DOS EDUCANDOS. É UM PROJETO QUE REALIZA E SE COMPROMETE COM O DESENVOLVIMENTO HUMANO E TEM COMO ENVOLVIDOS JOVENS DA REDE PÚBLICA DE ENSINO.

COMO FOI PRA VOCÊ TER RECEBIDO O CONVITE DA CASA DA RIBEIRA, PARA DIRIGIR O SEU GRUPO DE TEATRO?

O CONVITE TEVE UM GRANDE SIGNIFICADO PARA ESSE MEU MOMENTO PROFISSIONAL NO CAMPO TEATRAL, FOI IMPORTANTE SABER DO INTERESSE DA CASA DA RIBEIRA EM MINHA PESQUISA QUE DEU ORIGEM AO PROJETO “GESTUAL NORDESTINO COMO BASE PARA MOVIMENTAÇÃO CONTEMPORÂNEA” E FOI REFERENCIAL PARA NOSSO PRIMEIRO ESPETÁCULO – “GESTO, CASCUDO”. O QUE ME PARECEU, INICIALMENTE, UM DESAFIO SE TRANSFORMOU NUMA GRANDE REALIZAÇÃO.

DURANTE TODO O PROCESSO DE MONTAGEM DA PEÇA, QUAIS OS PONTOS QUE VOCÊ LEVANTARIA DURANTE O PROCESSO DESTA MONTAGEM?

INICIALMENTE, NOS DOIS PRIMEIROS MESES, OPTEI POR TRABALHAR NA IDENTIFICAÇÃO DOS EDUCANDOS, SUAS HABILIDADES, LIMITAÇÕES, REALIDADES, CARACTERÍSTICAS PESSOAIS BUSCANDO CONHECÊ-LOS. NO SEGUNDO MOMENTO, OPTEI POR MERGULHAR NA CRIAÇÃO UTILIZANDO AS TÉCNICAS DE OBSERVAÇÃO E MÍMESE, TÉCNICA DE DESSINCRONIZAÇÃO E RESSIGNIFICAÇÃO DO GESTO, DA RECONSTRUÇÃO GESTUAL ATRAVÉS DOS SENTIMENTOS (UTILIZANDO COMO AUXÍLIO EXERCÍCIOS DE BIOENERGÉTICA). TODO O PROCESSO FOI INTENSO E MUITO VERDADEIRO PARA TODOS NÓS. PUDEMOS NOS APROXIMAR E CRESCER JUNTOS JUNTAMENTE COM O MERGULHO MÁGICO NO UNIVERSO DE CASCUDO QUE NOS FOI REVELADOR.

GESTO, CASCUDO ATINGIU AS SUAS EXPECTATIVAS, SENDO SEU PRIMEIRO TRABALHO COMO DIRETORA?

SIM. NO INÍCIO FIQUEI UM POUCO INSEGURA POR SER MINHA PRIMEIRA DIREÇÃO. É UMA RESPONSABILIDADE ENORME, AS DIFICULDADES EXISTEM, E DEVEM EXISTIR, EM TODO PROCESSO. MAS SINTO-ME REALIZADA. ACHO QUE CONSEGUÍ CONSTRUIR UM ESPETÁCULO VERDADEIRO E CHEIO DE SENTIMENTOS REAIS, MISTURANDO-NOS EM CASCUDO E MERGULHANDO EM SEU UNIVERSO, QUE É NOSSO TAMBÉM. FAZER TAMBÉM O PÚBLICO SE SENTIR CASCUDO E VIVER JUNTO CONOSCO SEUS SENTIMENTOS, QUESTIONAMENTOS, E SENSAÇÕES QUE ESTÃO TÃO PRESENTES EM NOSSA CIDADE E EM NOSSO CORPO.

O GRUPO RECENTEMENTO RECEBEU O PRÊMIO MIRIAM MUNIZ DE TEATRO, SENDO CONTEMPLADOS COM 40 APRESENTAÇÕES PELO ESTADO; COMO DIRETORA O QUE VOCÊ ESPERA DESSA TEMPORADA?

FICO EXTREMAMENTE FELIZ COM O PRÊMIO, ACHO QUE É UM GRANDE PASSO PARA ESSES JOVENS QUE ENTRAM AGORA NA PROFISSÃO DE ATOR. SINTO-ME ORGULHOSA DE TER CONTRIBUÍDO PARA ESSA TRANSFORMAÇÃO E ESPERO PODER, DE ALGUMA FORMA, ACOMPANHAR E CONTINUAR CONTRIBUINDO PARA O AMADURECIMENTO DO ESPETÁCULO, QUE AFINAL É MINHA PRIMEIRA OBRA COMO DIRETORA, DA QUAL HOJE MUITO ME ORGULHO E QUE ME DEIXA TÃO FELIZ.

imagem arquivo Blog ArteAção

imagem arquivo Blog ArteAção

imagem arquivo Blog ArteAção

imagem arquivo Blog ArteAção

imagem arquivo Blog ArteAção

imagem arquivo Blog ArteAção

Anúncios

Entry filed under: Uncategorized.

Resultado do “Workshop Percursos e Circuitos – Manobras da Arte” VC em Ação

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


TOP BLOGS 2010 VOTE NO BLOG ARTEAÇÃO

TOP 2

Twitter Casa da Ribeira

NOSSA REDE

outubro 2009
S T Q Q S S D
« set   nov »
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031  

PROJETO ARTEAÇÃO

O projeto ArteAção e um projeto em conjunto do Instituto Ayrton Senna, Casa da Ribeira, COSERN e fundos de Cultura com parceria com as escolas Atheneu e Ulisses de Góis. O projeto elabora com seus alunos oficinas de Interpretação, Cenografia/Figurino, Iluminação e integrando os jovens.

PARCEIROS DO PROJETO – INSTITUTO AYRTON SENNA

Em 1º de maio de 1994 o Brasil perdeu um grande brasileiro e a Fórmula 1 um dos maiores pilotos de todos os tempos. Meses depois do acidente em Ímola, a família de Ayrton Senna iniciou as primeiras providências legais para a criação do Instituto Ayrton Senna. Essa iniciativa veio ao encontro de um sonho do piloto: inconformado com a realidade do país, Ayrton já havia manifestado o desejo de realizar alguma ação concreta para ajudar crianças e jovens - principais vítimas da sociedade desigual - a desenvolverem-se integralmente. Organização não-governamental sem fins lucrativos, o Instituto Ayrton Senna, presidido por Viviane Senna, foi fundado em novembro de 1994. Desde então, sua meta principal tem sido trabalhar para criar oportunidades de desenvolvimento humano a crianças e jovens brasileiros, em cooperação com empresas, governos, prefeituras, escolas, universidade e ONGs. FONTE: INSTITUTO AYRTON SENNA

PARCEIROS DO PROJETO – COSERN

A Companhia Energética do Rio Grande do Norte - COSERN - tem como objetivo projetar, construir e explorar sistema de produção, transmissão e distribuição de energia elétrica, bem como serviços correlatos. A Empresa vem alcançando níveis de eficiência que a situam como uma das melhores distribuidoras do País, sendo responsável pelo fornecimento de energia elétrica para 100% do território do Estado do Rio Grande do Norte - 167 municípios - atendendo a mais de 800.000 clientes. FONTE:COSERN

A CASA DA RIBEIRA

Testemunha de muitos fatos, o casarão de número 52 da Rua Frei Miguelinho nasceu como uma modesta hospedaria em 1911. Os moradores mais antigos da Ribeira contam que, no primeiro andar, marinheiros, vendedores e boêmios dormiam após fecharem bares pela rua Chile e travessas. Tempos depois, o casarão foi transformado em oficina de navios, sendo posteriormente, por muito tempo, a Padaria Palmeiras, uma das principais panificadoras dos bairros da Ribeira e das Rocas. O prédio também foi uma das primeiras sedes do Armazém Pará, loja especializada no comércio de materiais de construção, tendo sido fechado e desocupado em 1988, quando permaneceu “esquecido” até ser descoberto pelos jovens do Grupo de Teatro Clowns de Shakespere, em 1997. O Grupo de Teatro Clowns de Shakespeare na época sonhava com um lugar onde pudesse montar e apresentar seus espetáculos e tinha ainda o sonho de oferecer aos artistas e ao público potiguar um espaço para temporadas e festivais. Uma Casa, no sentido mais acolhedor da palavra, que tivesse qualidade técnica acima das já encontradas em Natal. Ao encontrar o prédio que, há 10 anos fechado encontrava-se praticamente em ruínas, o sonho do grupo virou um projeto. Com o patrocínio da iniciativa privada, a partir das leis federal e estadual de incentivo à cultura, o grupo começou a desenhar a idéia da Casa da Ribeira, projetada pelo arquiteto Haroldo Maranhão, de maneira a preservar o valor histórico e ao mesmo tempo revelar a intervenção moderna. FONTE: CASA DA RIBEIRA

Prêmio

Prêmio Top Blogs – TOP 100 E TOP 3

Coloque seu e-mail para receber novidades e notificações do Blog.

Junte-se a 2 outros seguidores

FALE CONOSCO

blogarteacao@gmail.com,* 2009/ 2010 ArteAção todos os direitos reservados Free Page Rank Tool

%d blogueiros gostam disto: